Por um segundo

by

                                                                                                      Por Liliane Borba

                           

Comecei a noite em busca daquilo que considerava ser o fim de uma espera. Horas se passaram em vão; os segundos, uma eternidade.

            Voltando para casa e não esperando mais nada, desci longe, algumas ruas acima, embora estivesse tão perto do meu destino… Fui parar naquela esquina quase que por impulso e por um segundo a mais seria em vão, como aquelas horas.

            Logo que desci do carro, o pude avistar e sem imaginar que esse segundo fora o fim, o fim daquela espera, enfim o encontrei! Mas, por um segundo, quase o perdi, pensando ser mais uma ilusão de uma noite quase fracassada;  por um segundo.

 

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: